15 de novembro de 2009

Eu estou aqui, estou com um pé na Caras...

Pelo menos ontem estiquei a perna e dei um longo passo para a concretização disso ao ter fotografado a minha segunda celebridade (a primeira, foi o Miguel Ângelo dos Delfins, que levou o filho a ver uma exposição de tuning no Estoril, há uns anos, e por isso não conta muito LOL)...
muitos meninos dariam o dedo mindinho do pé para ter estado na minha posição e...

... fotografado a Merche Romero.

Photobucket

Respondendo à pergunta que neste momento deve passar pela cabeça de 90% dos visitantes que estão a ler este post (e que são mais que os sócios do Benfica!) - "como é que ela é ao vivo?" - a resposta é:
É menos alta do que aparenta na tv (e ela usava ontem salto agulha), muito magra, tem silicone nas mamas, botox nos lábios, mas parece mais bonita e mais jovem ao vivo do que na tv. Achei-a pobrezinha no vestir. É aparentemente alegre, descontraída e agradável ao vivo, tal como o é à frente das câmara, por isso depreendo que a rapariga seja sempre assim.


O que me irritou foi a tipa, com 4 fotógrafos presentes, ter praticamente apenas posado (e tratado por "amorzinho"!) um fotografo balofo "forasteiro", claramente um paparazzo (muito pouco paparazzo, portanto), enviado por uma qualquer revista cor-de-rosa (que nem me dei ao trabalho de descobrir qual era)...

A meu pedido e com alguma insistência, a tipa só posou pra mim nesta foto porque o sujeito com quem ela posou insistiu. É parva. O interesse dela era apenas o fotografo-cor-de-rosa. Assim também percebi melhor a mediocridade do sistema de interesses das "celebridades" portuguesas e das revistas cor-de-rosa e que é o seguinte:
Às celebridades interessa aparecerem nas revistas o mais possível, só assim conseguem estar sempre na "berra", aparecerem na imprensa e manterem a sua cotação em alta; assim também têm mais solicitações e podem pedir cachês melhores por presenças em eventos e publicidades para empresas. As empresas e organizações de eventos também acabam por achar um bom investimento a contratação destas celebridades porque sabem que "arrastam" atrás de si a imprensa mais "flash" do mercado e por isso têm assegurada uma notoriedade extra em virtude disso, como aconteceu ontem com a Merche, que deu a cara por uma marca e ontem surgiu ao vivo na inauguração de uma mega loja de luxo de decoração, onde essa marca tinha destaque.

Com ela trouxe atrelada outra amiga muito magra, loura madeixada e tatuada (pareciam primas) e este tal pseudo-paparazzo que só lá estava para a fotografar a ela (nem me admiraria que fosse pago pela própria apresentadora para lhe tirar fotos e enviar para as revistas). Chamou-me muito a atenção a extrema simpatia e cuidado dela a tratá-lo a ele, como se ela é que estivesse a trabalhar para o fotógrafo, um moçoilo da minha idade, baixinho, e à vontade com mais de 100kg.

Mas este foi apenas um pormenor no final de uma noite de trabalho entre gente glamourosa e agradável, apesar de alguns outfits pindéricos (quando é que estas gajas percebem que ainda é cedo para rivalizarem com a árvore de Natal? e outras, porque é que tendo pouco mais de 30 anos, se vestem como se tivessem 50?).

e assim dou por terminada a minha intervenção de tertuliana...

3 comentários:

Isandes disse...

fica-te bem essa fatiota de tertuliana, fica... mas 1 correcção: a gaja na é magra, é seca! vi-a 1 vez em óbidos e só se vê a cara e o cabelo... *

Flá disse...

pois sim, mas coitada tem de ser q a tv realmente aumenta as pessoas. a amiga ainda era pior que ela, tísica e com um aspecto pró vulgarzito.

Bruno Marques disse...

Bem...hoje a Merche Romero, amanhã a Rainha de Inglaterra! É esse o caminho. Para começar não está mau. E realmente acho que o Miguel Ângelo dos Delfins não conta...:D