24 de outubro de 2009

a nova epidemia

À porta de um hipermercado (já vão perceber qual é), uma senhora saloia, com o carrinho das compras ainda vazio, prepara-se para atravessar a porta de abertura automática quando escuta o novo e já muito mal afamado hino da dita grande superfície a começar...

- "Ui! Vou esperar um pouco aqui fora pra ver se o raio da música se adianta..."

Eu, que ía a sair, encaminhando-me para a minha biatura, não resisto e desato à gargalhada. A mulher, sentindo-se compreendida pela minha reacção, continua:

-"...é que já é doença: é na televisão, agora aqui... já não se aguenta o raio da moda"...

Na blogosfera, no twitter, na tv, nas conversas de café... estaria longe de imaginar a entourage (a tal palavra tesuda de que gosto) do tio Jerónimo que o povon iria - e de forma tão rápida - criar anti-corpos em relação ao dito anúncio e ao hino da "voz esganiçada" (como li num blog há uns dias), quando se nota que houve ali realmente muito dinheirinho gasto na produção :D ele há coisas...

2 comentários:

Jorge Rita disse...

pois fique a saber que o anuncio foi feito pela mesma empresa que promoveu a imagem do(à altura candidato)Presidente Lula. E que a campanha venceu! Toda a gente fala e toda a gente sabe cantarolarrr...venha ao pingo doce, de janeiro a janeiro, sempre preços baixos o ano inteiro!!!!
Tumba!

Flá disse...

ó jorge eu devo memso ser das poucas pessoas que achou piada ao anúncio e ao hino :D

mas essa info q aqui deixaste desconhecia. realmente tanta simpatia e tacha arreganhada no raio do anuncio tinha mesmo q ter dedo brasuca :DD