17 de setembro de 2008

"Por 250 milhões de euros era capaz de ter relações homossexuais?""

E pensava eu que tinha puxado muito pelo nível ao sugerir aquelas perguntas, no post anterior... LOL
Diverti-me bués com o programa de ontem (embora tenha ficado com pena do pirralhito).

Mas pior que Momento da Verdade é o programa de "reflexão", A Verdade Compensa, que contou com a presença do pai, da mãe, e do filho. Rita Ferro Rodrigues começou por dizer que não estavam ali para serem julgados, nem ela para dar a sua opinião, mas a verdade é que eles passaram o programa a levar na cabeça como se tivessem cometido algum crime e a Ritinha não perdeu nenhuma oportunidade para dar lições de moral... É reprovável, dava vontade de lhe perguntar "mas porque não te remetes ao teu papel de interlocutora/mediadora?". Mas não, tinha que se armar em justiceita... Não gosto destas demonstrações bacocas de moralidade, estes Julgamentos em "Praça Pública"... Uma estupidez... É óbvio que esta família tem problemas, mas qual não tem? (não é para aqui chamado o facto de eles terem sido umas mulas ao sumbmeterem-se a este teste...)

Parece-me também óbvio que estas famílias, apesar da humilhação, ainda devem ser posteriormente muito bem recompensadas (€) para se prestarem a voltar à TV e remexerem as feridas abertas no dia anterior... Vendidos...

Enfim, lá me convenci que este programa tem o seu "quo" de humor, mas não engulo estas demonstrações de puratanismo que a SIC quer dar às custas do prolongamento e exploração de situações da vida intima de cada um, que apenas acabamos por conhecer superficialmente, e que deveriam findar no programa em si. Assim, este programa só serve é para incentivar ao "apedrejamento"... Reprovável.

P.S. - a minha resposta à pergunta que dá titulo a este post é "Sim, a brincar". Como disse ele no programa: "é muita grana"
LOL Chocados? Me enganem que eu gosto...

5 comentários:

Isandes disse...

A Rita é uma totó. Mas é filha de ministro...

Bruno Marques disse...

O título deste post faz-me lembrar um blogue que segundo diziam alguns dos visitantes colocava perguntas demasiado profundas...:)

flá disse...

Pelo menos sabemos que este título tem um contexto facilmente identificado, pelos acontecimentos que marcam a actualidade do país, e há uma profundíssima dissertação sobre o mesmo, de extrema e rebuscada erudição, seu ressabiado :P (aposto que nem o post leste... :D)

Jorge Rita disse...

Ó Bruno estas a falar daquele blogue onde tinha perguntas de um livro de perguntas???
ehehehhehehehehhe

flá disse...

sim, Jorge, ele está... o que até poderia ser considerado plágio! Manter um blog com perguntas alheias... (LOL agora estou a meter nojo)